quarta-feira, 22 de março de 2017

EZEQUIAS MARTINS: “NUNCA FUI ALVO DE OPERAÇÃO”.

O Blogueiro Ezequias Martins, que edita o Blog que leva o seu nome, está vindo explicar um mal-entendido que está rolando nas redes sociais com o seu nome relacionado à Operação Turing, que prendeu Blogueiros e conduziu outros coercitivamente, nesta terça-feira, 21, em São Luís.
Jornalista e Blogueiro Ezequias Martins. 

Pela semelhança do nome do Blogueiro coelhonetense Ezequias Martins, com Ezequiel Martins, titular do Blog do Kiel Martins, que aparece incluso entre os Blogueiros que prestaram depoimento na polícia Federal, muita gente está achando que se trata de Ezequias Martins do Blog do Ezequias Martins.

Após a deflagração da Operação Turing, o nome de Ezequiel Martins, rolou nas redes sociais printado como se fosse o meu, com a afirmação de que eu teria sido preso.  

Por essa razão e, em respeito aos nossos leitores desde PORTAL LESTE MARANHENSE, veio afirmar que não se trata de Ezequias Martins, e sim de Ezequiel Martins. Nosso nome nunca esteve relacionado a qualquer Operação policial.

O mal-entendido não aconteceu só em Coelho Neto, na manhã desta quarta-feira, 22, de março, recebi ligações de três regiões diferentes do Maranhão preocupado com minha suposta prisão.

Sem mais para o momento agradeço aos amigos que me ligaram, me procuram e até me pararam na rua, preocupado com a falsa notícia.

Ezequias Martins está aqui sempre trabalhando de forma transparente e sem quaisquer subterfúgios, mas nunca isento de qualquer armação.

Na militância de comunicação garantindo a liberdade de imprensa, por pouco não jogaram drogas dentro de meu carro, para me acusarem injustamente de traficante, simplesmente para me desmoralizar.  

Se em Coelho Neto, por pouco não tive a minha conduta de cidadão ilibado eternamente manchada como traficante, sendo evangélico e nunca na minha vida ter sido fumante imagina o que serão capazes de fazer em níveis maiores.

As acusações impostas a estes profissionais da comunicação precisam ser provadas e comprovadas, para que não paire nem uma dúvida sobre “armação” que está fedendo no ar, a partir das duas perguntas que não querem calar: Porque efetuar as prisões dos Blogueiros em coberturas na Assembleia Legislativas, se a maioria das operações, são feitas em casa nas primeiras horas da manhã? Porque o secretário-adjunto da Administração, Logística e Inovação Penitenciária, da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) Danilo dos Santos Silva, um dos principais envolvidos foi exonerado há exatos 12 dias do cargo antes da operação?




Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny