quarta-feira, 22 de março de 2017

SBT pode mostrar buraqueira da cidade em rede nacional!

A vinda do repórter Fábio Marcos, do SBT, do Programa do Ratinho, à Coelho Neto, por ocasião do quadro, “ Voltando pra casa”, foi muito bom para o nosso conterrâneo que veio visitar a família em grande estilo, mas para a gestão do prefeito Américo de Sousa, PT, e para a do Governador Flávio Dino, P C do B, não tem notícias boas.

É que Segundo Willames Teixeira, (o coelhonetense trazido para visitar seus pais, pelo SBT) a situação de abandono em que se encontra a entrada da cidade teria revoltado o repórter da emissora, que afirmou denunciar em rede nacional.

Tudo que podemos dizer é que isso é culpa do governador e do prefeito Américo de Sousa, que já deu tempo o suficiente para ajeitar pelo menos a entrada e saída da cidade.

É lamentável não se ver uma só frente de serviço em Coelho Neto, comandada pela secretaria de infraestrutura, diante do montante de serviços existentes.  Isso, indigna qualquer um.

  O prefeito Américo de Sousa só tem duas prioridades no memento: primeiro denunciar o ex-prefeito Soliney Silva na justiça, no afã de vê-lo inelegível, e trabalhar as articulações das eleições de seus aliados no comando do PT, no Maranhão.

O índice de rejeição do prefeito Américo de Sousa, em tão pouco tempo, é de se admirar. Não sabemos qual será a reação da população de Coelho Neto, se a cidade realmente ser pautada no Programa do Ratinho, do ponto de vista desta administração inoperante.

 Que fique bem claro: o que é responsabilidade da prefeitura, com a palavra o prefeito Américo de Sousa. O que compete ao governo do estado no município, também é o prefeito de Coelho Neto, que deve explicar a situação porque é ele até o momento o único aliado de Flávio Dino, reconhecido pelo próprio governador.

 Se os bônus da presença do comunista em seu palanque nas eleições do ano passado, como único candidato do governador em Coelho Neto, foi bom, os ônus de sua falta de gestão também serão pra você prefeito. Carregue sua Cruz.
  
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny