LEIDE TUR

LEIDE TUR

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Soliney e sua insistência em desrespeitar as Leis


O ex-prefeito de Coelho Neto é um costumas violador de regras e leis, Soliney Silva (MDB) é o tipo de político que acredita que o mundo gira ao seu redor, e que todos devem satisfazer suas vontades e interesses, sem aceitar oposições. Seu comportamento de constantemente desafiar a Lei e a Justiça revela bem seu total descompromisso, e postura de desrespeito constante. 


Quem anda pelas ruas de Coelho Neto, e cidade da região, percebe o quanto Soliney, que sustentado por uma Liminar mantém uma candidatura a deputado estadual, goza das regras eleitorais. Recentemente ele esteve por mais uma hora concedendo entrevista a uma rádio local, que lhe serve como aparelho de uso político para destratar adversário, durante o período em que lá esteve atacou a todos, falou de sua candidatura, e defendeu sua fracassada gestão à frente do município. Apenas essa passagem pela rádio já cria um grande abismo entre Soliney e os outros postulantes ao mesmo cargo, que também andam por Coelho Neto pedindo votos, basta considerar que nenhum outro candidato foi convidado durante o período eleitoral para conceder entrevista naquela radio, configurando assim abuso de poder econômico por parte do ex-prefeito. 

Porém ainda tem mais, Soliney também tem colocado cartazes de sua campanha em postes de energia na zona rural de Duque Bacelar, o que é flagrante claro de violação da Lei Eleitoral, que proíbe tal pratica visando combater a poluição visual. Além disso, Soliney também tem divulgado em seus atos políticos pesquisa eleitoral fraudulenta (confira abaixo), que não tem registro na Justiça Eleitoral. O ex-prefeito também tem ocultado suas despesas de campanha, pratica que pode configurar Caixa Dois, uma vez que nas suas prestações de contas parcial não constam despesas com aluguel de veículos para campanha, nem de helicóptero, muito menos pagamento de pilotos, nem combustível, nem despesa com som para caminhadas ou comícios, e nem de comitê político que mantém no conjunto Duartão. 

São inúmeros e flagrantes os crimes eleitorais praticados por Soliney durante essa campanha eleitoral, só resta saber até quando a Justiça Eleitoral será tão permissiva, e o Ministério Público se manterá de olhos fechados. 

o. 



Observatório dos Cocais. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny