quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Op. Sermão aos Peixes: Ricardo Murad é preso pela Polícia Federal

O ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad (PRP), foi preso temporariamente, nesta manhã, pela Polícia Federal.

Cunhado da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), candidata derrotada ao governo do estado no pleito do último dia 07, Murad é alvo de mais uma etapa da Operação Sermão aos Peixes, deflagrada no Maranhão, Pará, Tocantins, Goiás e no Distrito Federal com o objetivo de apurar desvio de recursos públicos do setor da saúde entre os anos de 2011 e 2013.
Foram duas fases simultâneas do trabalho, denominadas de Operação Peixe de Tobias (6ª Fase) e a Operação Abscondito II (7ª Fase), em seis cidades: São Luís/MA, Imperatriz/MA, Parauapebas/PA, Palmas/TO, Brasília/DF e Goiânia/GO.
A investigação contou com a participação do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil.
Estão sendo cumpridos 19 mandados de busca e apreensão, oito mandados de prisão temporária e um mandado de prisão preventiva, todos expedidos pela 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão.
Além disso, foi determinado o bloqueio judicial e sequestro de bens num valor que supera a cifra de R$ 15 milhões.
A prisão temporária contra o ex-secretário foi expedida pela 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão.
Ricardo Murad concorreu, este ano, ao cargo de deputado federal.
No entanto, seus votos não foram contabilizados devido ao fato do seu pedido de registro de candidatura ter sido negado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA).
Blog do Gláucio Ericeira. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny