LEIDE TUR

LEIDE TUR

quarta-feira, 11 de julho de 2018

IEMA de Coelho Neto proporcionará acesso ao ensino técnico em tempo integral

l



O Prefeito de Coelho Neto, Américo de Sousa, tem realizado inúmeros investimentos em parceria com o Governo do Estado. Em recente visita ao município, o Governador do Maranhão assinou a ordem de serviço para a construção do IEMA, a obra  teve início imediato.

A construção da unidade plena do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) integra a estratégia  do Governo do Maranhão de ampliar e alavancar a educação no estado levando ensino técnico-profissionalizante e médio de qualidade aos jovens do município de Coelho Neto. A unidade está sendo construída com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e também do Tesouro Estadual e  conduzida pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra).


"O IEMA é mais um pleito nosso junto ao Governo do Estado que sai do papel e se torna uma realidade. As obras seguem em ritmo acelerado. O investimento beneficiará toda a região e proporcionará aos nossos jovens e adolescentes acesso ao ensino técnico em tempo integral, estamos trabalhando em constante parceria  com o estado, onde  a população de Coelho Neto é a principal beneficiada'" disse o Prefeito Américo de Sousa. 



O reitor do IEMA, Jhonatan Almada, afirmou  que a construção expande a educação no Maranhão. “A expansão da rede profissionalizante de ensino é uma marca do Governo do Maranhão e o IEMA é essa grande instituição que estamos implantando nos municípios. Quando começamos em 2015 não havia nenhum e agora temos 13 unidades de ensino técnico de tempo integral. O Instituto em Coelho Neto vai consolidar o trabalho desenvolvido e aumentar o número de oportunidade aos nossos jovens.”

A nova unidade vai seguir o padrão IEMA de qualidade e contará com salas de aulas bem equipadas, laboratórios, refeitórios, quadra poliesportiva, biblioteca, auditório, dentre outros. A escola é de ensino médio concomitante com o técnico profissionalizante que aproveita as vocações econômicas de cada região e contribui para que os jovens tenham acesso ao conhecimento científico, técnico e profissionalizante. Os cursos ofertados serão definidos a partir de audiências públicas realizadas na região.
Blog do Rafael Duarte. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny